quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Desejo de Ano Novo!





Que você permaneça acreditando em você mesmo,
na sua inteligência, coragem
e capacidade para ser um profissional bem sucedido.
Eu lhe desejo,
que o amor e a sabedoria o levem a estabelecer um ambiente familiar equilibrado, seja na sua relação com os seus filhos, seja nas relações dos seus filhos com eles mesmos.
Que, com a sua presença madura, paciente e amorosa, eles sintam que são amados por você e que lhe retornem todo o amor que receberem.
Eu lhe desejo,
que você encontre e estabeleça o equilíbrio afetivo e emocional.
Que você encontre a pessoa que seja a ressonância para uma parceria sustentada nos pilares do amor recíproco.
Que nessa pessoa você encontre motivos e motivação para investir, sem medo e com vontade, no dia a dia da vida a dois. "Não é bom que o homem esteja só", pensou Deus.
E criou a mulher, para ser a sua companheira, para que o homem não se sinta só. Você percebe a profundeza deste pensamento divino?
"Não é bom que o homem esteja só".
É muito mais do que ter uma mulher ao lado.
É criar laços fortes e duradouros com essa mulher. Se assim não for, ainda que com uma mulher ao seu lado, o homem se sentirá só. Ambos estarão sós.
A nossa vida, basicamente, transcorre ao longo de duas vias paralelas: a afetiva e a profissional. Quando a afetividade não vai bem, todo o restante fica contaminado.
Do alto do sucesso profissional, não há como deixar de vermos a outra via paralela, a da afetividade, e percebermos os vazios que ali criamos.
Que gosto tem o sucesso, se a alma estiver vazia de afetos verdadeiros?

Um beijo Paty


terça-feira, 29 de dezembro de 2009

O Perfume Vindo da Terra


Tamborilando de leve
No vidro de cada janela,
Chora a chuva que cai
Aumentando as águas do mar.

Sobe pelas narinas o forte aroma
Vindo das entranhas da terra
Feito das puras essências
Do céu desfeito em lágrimas.

Descem em cascata as frias gotas
Parecendo cortina de pérolas,
Espalhando-se pelo chão sedento
Sepulcro das recordações.

Depois o vento, no céu cinzento,
Afasta uma nesga do manto
Da atmosfera carregada,
E irrompendo como um filho

Sai um raio quente dourado
Do ventre do sol encarcerado
Na fortaleza de densas nuvens
Para vivificar todas as coisas.

Passou a chuva como passa a vida.
Restou do seu parto um irisado arco,
Profético e efêmero caramanchão
No jardim da natureza.

A graça da felicidade vivida
Até o dia da eterna partida.




domingo, 27 de dezembro de 2009


Pérolaspérolas são produto da dor, resultado da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia. A parte interna da concha de uma ostra é uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas para proteger o corpo indefeso da ostra.Como resultado, uma linda pérola é formada.Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada. Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de um amigo? Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? Suas idéias e atitudes já foram rejeitadas ou mal interpretadas ? Então produza uma pérola... Cubra suas mágoas e as rejeições sofridas com camadas e camadas de amor..
(Autor desconhecido)



sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Soneto do amigo


Enfim, depois de tanto erro passado.
Tantas retaliações, tanto perigo.
Eis que ressurge noutro o velho amigo.
Nunca perdido, sempre reencontrado.
É bom sentá-lo novamente ao lado.
Com olhos que contêm o olhar antigo.
Sempre comigo um pouco atribulado.
E como sempre singular comigo.
Um bicho igual a mim, simples e humano.
Sabendo se mover e comover.
E a disfarçar com o meu próprio engano.
O amigo: um ser que a vida não explica.
Que só se vai ao ver outro nascer.
E o espelho de minha alma multiplica...
Enfim, depois de tanto erro passado.
Tantas retaliações, tanto perigo .
Eis que ressurge noutro o velho amigo.
Nunca perdido, sempre reencontrado.
É bom sentá-lo novamente ao lado.
Com olhos que contêm o olhar antigo.
Sempre comigo um pouco atribulado.
E como sempre singular comigo.
Um bicho igual a mim, simples e humano.
Sabendo se mover e comover.
E a disfarçar com o meu próprio engano.
O amigo: um ser que a vida não explica.
Que só se vai ao ver outro nascer.
E o espelho de minha alma multiplica...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Porque te amo!



Por que Te Amo ?
(Joaquim Medeiros)

Não sei responder-te, vida minha,
só sei que minh'alma caminha
nas pegadas dos teus passos;
à sombra da tua, descansa
e tal qual uma criança
encontra amparo em teus braços !

Amo-te agora, sempre, eternamente !
Não sei dizer-te quanto certamente !
e quando começou, não sei...
Só o que sei, Flor de Lis,
é que para ver-te feliz
te amarei sempre, como sempre te amei

Alma Gêmeas




(Joaquim Medeiros)

Creio ser você... minh'alma gêmea !
Somos assim... céu e terra,
dois desejos, dois anseios,
dois corações, dois amores,
duas metades de um inteiro !
Duas estrelas, sol e lua,
minha luz...reflexo da tua !
Duas fontes, dois córregos,
dois bem-te-vis, duas cotovias,
duas raras araras azuis...
cruzando no infinito,
passeio alado, bonito !
Dois caudalosos rios:
Capiberibe e Beberibe
correndo no mesmo plano,
Negro e Solimões
desaguando no oceano !
Dois corpos suados...
sonhos acalentados...
Forças da natureza:
macho e fêmea !!!




PERGUNTE-SEVocê, que reclama o que não recebe,já pensou no que não dá?
Você, que se lamenta porque sofre,já pensou no quanto faz sofrer?
Você, que acusa a ignorância,já avaliou seus conhecimentos?
Você, que condena o erro,já percebeu quanto erra?
Você, que se diz amigo sincero,já se analisou com sinceridade?
Você, que se queixa da penúria,já viu quanto possui mais que os outros?
Você, que critica o mundo,já fez algo para melhorá-lo?
Você, que sonha com o céu,quanto já fez para extinguir o inferno?
Você, que se diz modesto,não terá orgulho de parecer humilde?
Você, que condena o mal,tem procurado difundir o bem?
Você, que deplora a indiferença,tem semeado o amor?
Você, que se aflige com a pobreza,tem usado bem suas riquezas?
Você, que se dói com os espinhos,tem cultivado rosas?
Você, que tanto lamenta as trevas,tem espalhado luz?
Você, que se ocupa consigo mesmo,tem se preocupado com os outros?
Você, que se sente tão pequenino,tem procurado crescer?
Você, que se queixa da solidão,tem buscado companhia de um amigo?
Você, que se revolta contra a doença,que tem feito pela saúde?
Você, que almeja a concórdia,tem combatido a discórdia?
Você, que se diz servo de Deus,tem servido para alguma coisa?




Se um dia te der uma louca vontade de chorar, me chama,
Não te prometo fazer sorrir, mas posso chorar com você.
Se um dia resolver fugir; não se esqueça de me chamar,
Não te prometo convencer de ficar, mas posso fugir contigo.
Se um dia te der uma louca vontade de não falar com ninguém;
Me chama assim mesmo;Prometo ficar bem quietinho..............
Mas... se um dia você me chamar e eu não ouvir ...
Vem correndo ao meu encontro...
Talvez eu esteja precisando de você...
..........................................................................

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

sábado, 5 de dezembro de 2009




Estou inaugurando este blog hoje, e convido a todos vocês a fazerem parte do "Clube da Amizade". Venham sempre me visitar. Deixem recadinhos no Mural e inscrevam-se fazendo login. Será um grande prazer tê-los como amigos.

Um abraço


Natal Festa do Amor

O mundo inteiro já prepara o coração,
os povos celebram com felicidade,
com pompa, luxo e vaidade,
um tempo, que na verdade,
é festa de amor, doação e caridade.

Natal, é tempo de agradecer,
com orações e cânticos de louvores,
Àquele que sofreu imensas dores,
para que nós pudéssemos viver.

Natal, é nascer à cada dia,
é ver no rosto do irmão a alegria,
de ter o pão para o filho sustentar,
é ter um teto, um abrigo,
um pedacinho de chão pra morar.

Natal,é saber abrir as mãos,
para repartir o pão,
Natal, é ajudar os aflitos,
que clamam com o próprio grito,
o direito de viver.

Mas,que o homem, com seu egoísmo,
só pensa em dinheiro e poder,
esquece, que o próprio Cristo,
é aquele seu irmão,
que está, a sua mão, à lhe estender.

Nesse Natal, seja LUZ,
nesse Natal, doe VIDA,
nesse Natal, doe AMOR,
só assim , estarás celebrando,
o verdadeiro Natal,
o Natal do Nosso Senhor!

(Socorrinha Castro)