domingo, 17 de janeiro de 2010

Noites de Amor




Noite calma e enluarada,
no nosso ninho de amor
uma pequena réstia de luz
uma música suave...

Desnudo teu corpo
tirando tuas vestes
com suavidade e carinho

 Bolino teus seios,
beijo-te com sofreguidão...
acaricio-te por inteiro
fazendo-te vibrar a cada movimento.

Penetro em teu ser
extasiado e ávido de amor.
nos fartamos juntos
com o nosso gozo de
amor total...

Nenhum comentário:

Postar um comentário